De quem é a culpa?





Suas dificuldades beneficiarão você na medida que você aceitar a responsabilidade para superá-las. O sucesso começa quando você pára de procurar alguém para culpar e passa a pensar numa solução. Tenha interesse pela solução dos problemas, e não em culpar os demais. Não pense que perdeu o controle de sua vida e não culpe o mundo por ele ser o que ele é. Tais preocupações são improdutivas e freqüentemente pioram a situação. Designar a culpa poderia ser útil se você conseguisse inverter o fluxo do tempo, mas você não pode. Agora mesmo, você pode agir ou pode esperar a vida melhorar. Mas nunca haverá caminho a seguir que não seja de sua responsabilidade. Seus desafios são seus. Eles podem ser os maiores bens que você possui se você aceitá-los e trabalhar para vencê-los. Jamais perca tempo culpando outras pessoas por suas faltas ou as desgraças do mundo. Compreenda que o que importa na vida é aquilo que está sob seu controle. Você pode encontrar falhas nos atos dos demais e nos seus, mas em vez de distribuir censuras ou culpas pessoais, aja para eliminá-las.
(Abraham Schneersohn)